Nosso noivado

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Theodor =^.^=



 Há uns 4/5 meses minha Iris encontrou um gatinho no nosso quintal! ela latia muito e ele morrendo de medo tentando se esconder no meio das plantas da minha mãe, peguei ele, tava um dia mto frio, garoando... ele estava tãao magrinho, sujo.. tadinho, era tao pequenino, + ñ teve jeito dei um bainho c chuveirinho e  sequei ele c o secador, pensei: mais um não vai dar.... vou cuidar dele e tentar doá-lo.

Vcs podem achar q não, más como há preconceito c gatinhos pretos!! puxa vida.... td mundo q  eu perguntava falava q ele era preto... ele tava feinho, meu irmão chamava ele de Satanás! (por causa do programa Chaves) coitadinho... Más o nome dele era Theodor acabou q nao teve jeito, alguns dias em casa e aí eu peguei amor ao bichano e ñ quis mais doá-lo!! Só não entendia como o gato apareceu beeem no meu quintal c os muros altos e o portão todo fechado! (Talvez alguém tenha jogado ele pelo muro, por aqui td mundo sabe q gosto de gatinhos)
Então que td esse tempo cuidei dele como dos outros. Cada dia o Theo estava mais barrigudinho, eu na minha inocência achei q tava engordando, ele era bem esfomiado, chegava a gritar qdo via o saco de ração.

Aí que no ultimo mês fiquei mto ausente por acompanhar meu tio q estava internado, então eu colocava a comidinha, a água, limpava a areia e saia, o msm c meus dogs e saia... sempre assim, ate q na semana passada percebemos a barriguinha dele mto grande e ele mto magrinho... meu pai ate disse; esse gato deve ta c verme..  + ñ pensamos q fosse algo grave =/ + de quarta p/ quinta percebi um liquido escuro no chão, meio marrom, meio amarelo sei la, só não sabia de qual gato era aquilo, parecia um vomito, porem não tinha naada de comida, somente um liquido msm.
Na madrugada acordei c o Theo fazendo um barulho estranho e percebi q era ele,  acordei meu irmão e disse q o Theo tava doentinho q precisávamos levá-lo ao vet., de manha meu irmão foi trabalhar e eu liguei p meu namorado vim me socorrer, ningueeem tava acreditando em mim, + ele disse q viria assim q possível, tbm estava trabalhando e ao passar das horas percebi ele cada vez mais molinho, liguei umas 87460240274 vezes p Jeh.. o Theo ficava esticado em cima de um tapete da cozinha q batia sol, ai eu mexia c ele e ele levantava a cabecinha.... eu senti q algo tava muuuito errado! Liguei de novo p Jeh e disse o GATO TA MORRENDOOO!!
Aí loguinho ele veio.... e realmente.. por mais q eu achei q estava exagerando era verdade, por causa da correria daqueles últimos dias eu não percebi que ele já não estava mais comendo e bebendo água, a vet. não encontrava a veinha dele p aplicar o soro, ele ñ tinha temperatura e assim mto rápido ele foi entrando em choque (côma) ela ia furando ele varias vezes e eu segurando achando q ele pudesse pular, mais nadaaaa ele sequer mexia um músculo, o Jeh logo saiu da sala, percebi q ele queria chorar, aí ela me falo q desconfiava de uma doença, por causa dos sintomas más tirou uma radiografia p confirmar, a barriguinha e os pulmões dele estavam cheios de água e aquele liquido q saia, ñ era vômito saia pelo nariz... sangue c/ água... Ela confirmou meu gatinho estava com uma doença Contagiosa e Incurável.... :'( PIF-Peritonite Infecciosa Felina) ela me explicou tuudo sob a tal doença enfatizando q era contagiosa e ñ tinha cura, perguntou se ele saia na rua (nunca desde q chegou em casa!) e me perguntou se meus outros gatos estavam bem.. (o único q dá uns perdidos é o Zé) más parecia estar tds bem sim, me disse q ela ate poderia tirar td aquele liquido da barriga dele c uma seringa.. (ela ate enfiou uma seringa na barriguinha dele, veio um liquido amarelo...) más q no outro dia eu teria q levá-lo la de novo p fazer o msm procedimento, e assim tds os dias... + q ele ñ voltaria a comer nem beber novamente............................... Gente eu quase morri qdo ela me disse isso. meu gato iria se definhar aos poucos...? se a doença é contagiosa e os outros?? como eu faria?? percebi que ela ñ queria me dizer q precisava sacrificá-lo...................................... e então eu perguntei... e era isso, o único jeito do bichinho ñ sofrer mais, e nem um outro ficar na msm situação............
Théo dodói... eu nao imaginava q esta seria sua última fotinho
 esta mantinha ficou na clínica p ser jogada fora

Liguei p minha mãe, e ela disse p eu fazer o q teria q ser feito.... gente eu colocava a mão no coraçãozinho dele, batia taaantooo mais taaannnto, mto rápido que o meu coração partia ao meio, comecei a chorar... ele c aqueles olhinhhos verdes parados, sem neeem piscar... eu falava c ele e eu sei q  ele tava me ouvindo, ele fazia aquele ronquinho q os gatos fazem, era só isso, eu tenho certeza q ele sentia meu carinho, esses ronquinhos não me enganam, más......... eu tinha que decidir!!

Saí da sala e fui a recepção ver qto ficava tudo, $ 310,00............. que eu não tinha, más q o Jeh me ajudou.... 310,00 não cm tratamento, ñ com remédios.... 310,00 p matar meu gatinho!
Eu posso estar enganada mas acho que ele ñ aguentaria muito, más eu ñ podia arriscar e "pagar" p ver ele sofrer.................................................................

Só pedi p Jeh preencher a autorização e assinar, pq eu entrei em desespero e nao consegui........... e assim foi meu Theodor, tão pequenino, tão carente, tão fofo, amigo e carinhoso........................

**********************************************************************************


Apesar das nossas impressionantes sete vidas, a verdade é que há dias em que também nos vamos abaixo. Por vezes, damos bem nas vistas que não nos estamos a sentir a 100%, mas como também somos muito solitários e não vos queremos preocupar, retiramo-nos e sofremos sozinhos, na esperança que aquilo que nos aflige vai passar rapidamente. Claro que isto nem sempre será o nosso melhor remédio, por isso, e como sempre, contamos com os nossos maravilhosos donos para nos manter saudáveis. Esteja atento a quaisquer sintomas... e nunca se esqueça da minha consulta anual no Dr. Veterinário.pesar das nossas impressionantes sete vidas, a verdade é que há dias em que também nos vamos abaixo. Por vezes, damos bem nas vistas que não nos estamos a sentir a 100%, mas como também somos muito solitários e não vos queremos preocupar, retiramo-nos e sofremos sozinhos, na esperança que aquilo que nos aflige vai passar rapidamente. Claro que isto nem sempre será o nosso melhor remédio, por isso, e como sempre, contamos com os nossos maravilhosos donos para nos manter saudáveis. Esteja atento a quaisquer sintomas... e nunca se esqueça da minha consulta anual no Dr. Veterinário.
Apesar das nossas impressionantes sete vidas, a verdade é que há dias em que também nos vamos abaixo. Por vezes, damos bem nas vistas que não nos estamos a sentir a 100%, mas como também somos muito solitários e não vos queremos preocupar, retiramo-nos e sofremos sozinhos, na esperança que aquilo que nos aflige vai passar rapidamente. Claro que isto nem sempre será o nosso melhor remédio, por isso, e como sempre, contamos com os nossos maravilhosos donos para nos manter saudáveis. Esteja atento a quaisquer sintomas... e nunca se esqueça da minha consulta anual no Dr. Veterinário.

*************************************************************************

Desculpem se estou sendo chata meninas... más é que aqui é o unico lugar que posso colocar p faro tudo que eu sinto... pois aqueles que ñ quiserem ñ irão ler e tdo bem

apesar do desânimo, sinto que coisas boas estão por vir e  prometo voltar com tudo !!

beijão À todaaas!!!!
Hj tenho mts clientes agendadas e pd ser q não consiga voltar, más assimq der fico em dia c vcs

beijãoooo =^.^=

8 comentários:

  1. Cris, me desculpe, mas não li o seu post todo não. Achei muito triste... Eu tenho 2 gatos e fico imaginando que poderia ser eles... Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Oie lindinha, sou sua nova seguidora, não fica triste ele esta em um lugar melhor, pode ter certeza que Deus esta cuidando dele agora. Quando eu tinha 14 anos fui na padaria para minha mãe e no meio do caminho encontrei um gatinho pretinho tbm, parecia que ele tinha nascido fazia uns 2 dias, estava miando tanto no chão, peguei ele levei para a casa, fui no veterinário comprar tipo uma mamadeira para dar o leite para ele, foi uns 2 dias tudo bem, MS ele não agüentou e morreu tbm :s fiquei muito triste, mas sei que foi melhor assim ele não sofria mais.... fica tranqüila que ele esta feliz sabendo que você fez de tudo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Poxa que triste hein? O problema da gente ter bichinhos é que nos apegamos tanto que qdo isso acontece sofremos muito. As vezes penso nisso qdo penso em comprar um cachorrinho pros meus filhos.

    beijos bom fds


    to te seguindo :)

    ResponderExcluir
  4. oi queridaaaaaa
    nossa muito tristeee
    mas pense que ele está em um bom lugar agora...
    essa semana apareceu um gatinho branco aqui na universidade q trabalho. Bem lindinho (filhote). Conseguiram um dono pra ele, Graças à Deus.

    Beijossss

    ResponderExcluir
  5. Oi, flor! Acabei de conhecer o seu blog e AMEI! Muito lindo aqui e cheio de dica bacana :)

    Se puder, dá uma passadinha no meu, tá rolando sorteio vários sorteios :)

    Beijão, Letícia
    http://caseieagoraa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. OIII Cris, nossa seu post me emocionou mtoooo, Deus me livre desse sofrimento, pois já amo meu Billy como um filho...
    Realmente o Billy e o Theo são parecidos viu, impressionante né!
    Força viu flor, logo essa dor ameniza, e pode deixar que estou mto de olho na saúde do meu bebê... Obrigada pela dica.
    Bjosss

    ResponderExcluir
  7. Olá... não tenho gatinho, mas tenho uma cachorrinha linda que está ficando velhinha e só de pensar em qualquer coisa já fico triste!!!
    Força!!

    Flor sobre a drenagem.. estou fazendo a modeladora... Jesus doi demais..rsrs mas vamos ver o resultado neh... até minha alimentação mudei!!
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi, amiga!

    Vim te visitar...e me deparei com esta triste e amável história!
    Passei por isto este ano, com minha cachorra... ela estava muito mal, mas não tive coragem de pagar para sacrificar, tanto pelo preço como pela falta de coragem...
    Porém não muito tempo se passou e em uma manhã, ela se foi dormindo, a melhor forma de uma companheira de 14 anos, se despedir desta vida.

    Força!
    Bju
    Cris

    ResponderExcluir

escreve pa mimmmmm